Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Atividades Curriculares do 1o ao 4o ano suspensas

Atividades Curriculares do 1o ao 4o ano suspensas

Administração Superior da Universidade responsabiliza-se pela suspensão

Considerando que :

  • a integração teórico-prática é um dos fundamentos estabelecidos pelo Projeto Pedagógico do Curso de Medicina da UFSCar;
  • o MEC não autoriza a substituição das atividades de simulação ou das práticas profissionais por atividades em meios digitais (Portaria MEC Nº 544);
  • a Reitoria da UFSCar autorizou atividades presenciais somente para os estágios obrigatórios dos dois últimos anos dos cursos de Medicina, Psicologia, Enfermagem, Terapia Ocupacional, Gerontologia e Fisioterapia (Portaria GR Nº 4862/2021)

 

o Conselho de Coordenação do Curso de Medicina suspendeu todas as atividades curriculares do 1º ao 4º ano  a partir de 22/02/21, com exceção das atividades curriculares complementares (eletivas) em meios digitais.  

 

A  Administração Superior da Universidade responsabilizou-se pela suspensão, solidarizando-se com o Curso e o Departamento de Medicina na busca por soluções (Ofício Nº 41/2021/GR, de 11/02/21):

 "Estamos cientes de que, devido à natureza curricular do Curso de Medicina, a impossibilidade de retomada das atividades do quarto ano em 22 de fevereiro de 2020 poderá implicar na interrupção do mesmo para as turmas do primeiro ao quarto ano, na impossibilidade de alocação docente nas atividades de graduação do Curso citado enquanto perdurar esta interrupção e na necessidade de gestão estratégica da retomada das atividades. Sobre tais implicações, a administração superior da Universidade se responsabiliza institucionalmente e se compromete a trabalhar solidariamente à Coordenação do Curso e à Chefia do Departamento de Medicina pela respectiva condução, bem como apoiá-los no que for necessário para a melhor solução possível do problema e de seus efeitos.

A expectativa é que a Coordenação do Curso, o Departamento e NEVS consigam trabalhar esta pauta já entre estes meses de fevereiro e março, para que possam subsidiar a decisão do Comitê Gestor da Pandemia sobre o assunto, com o objetivo de que a interrupção do Curso de Medicina perdure pelo menor tempo possível"

Profa Dra Maria de Jesus Dutra dos Reis  

Vice-Reitora da UFSCar
Presidente do Comitê Gestor da Pandemia